Buscar
  • Yunus Corporate

Conheça os 8 negócios sociais selecionados para a 3ª edição da MAN Impact Accelerator

Startups selecionadas atuam na África, Europa e Brasil e trazem soluções inovadoras para diferentes questões sociais no setor de mobilidade e logística




Temos o orgulho de anunciar que, após recebermos mais de 300 inscrições de vários países, selecionamos 8 negócios sociais de alto impacto que vêm revolucionando o setor de mobilidade e logística para a 3ª edição da MAN Impact Accelerator.


Desde drones construídos para entregas médicas na África até liberdade e autonomia para populações idosas na Europa - cada um deles representa uma diversidade de soluções inovadoras para diferentes questões sociais no setor de mobilidade e logística. Vamos conhecê-los:


Zembo

MOTOCICLETAS MOVIDAS A ENERGIA SOLAR PARA A ÁFRICA





Segundo a OMS, Kampala é a segunda cidade mais poluída da África e isso se deve principalmente ao transporte. O ar poluído não é apenas um perigo para a saúde, é prejudicial para uma economia crescente. A principal fonte dessa poluição é a enorme frota de Boda-Boda, espécie de moto-táxi improvisado.


Cerca de 150.000 motoristas - principalmente jovens desempregados - ganham sua renda diária dirigindo um Boda-Boda em Kampala e mais de 600.000 em Uganda. Eles geralmente lutam para obter uma renda decente ao alugar seus veículos, ao mesmo tempo em que precisam pagar altos preços e manutenção de combustível. Esta situação representa um duplo desafio: combater a poluição do ar e proporcionar um melhor meio de vida aos motoristas.


A startup, com sede em Kampala, Zembo fornece motocicletas elétricas acessíveis para motoristas de boda-boda. Eles montam e alugam motocicletas movidas a energia solar em um modelo de pagamento conforme o uso, com a possibilidade de possuir o ativo após dois anos. Eles também montam estações de carregamento solar para fornecer energia limpa para recarregar as baterias. Esse modelo de aluguel-para-comprar também oferece aos motoristas de moto-táxi a oportunidade de possuir um ativo em uma linha de crédito em um mercado em que o financiamento de ativos não está disponível.


Combinado com custos de operação mais baratos em suas motocicletas (tanto em energia quanto em manutenção), isso aumenta em 60% a renda e permite que os motoristas criem um meio de vida sustentável. A gasolina é substituída por baterias de lítio seguras e de alta capacidade, com autonomia de 50 a 60 km. Quando a bateria acabar, eles podem trocá-la por uma totalmente carregada em uma das estações de recarga.



Arone

DRONES REVOLUCIONANDO ENTREGAS MÉDICAS NA ÁFRICA




O sistema de prestação de cuidados de saúde é inadequado e ineficiente em muitas partes da África, particularmente nas áreas rurais, onde a maioria das pessoas não tem acesso à comodidades básicas. De fato, a maioria dos bancos de sangue e laboratórios equipados estão localizados em comunidades urbanas. Dado o mau estado da infraestrutura rodoviária, leva em média mais de duas horas para fornecer suprimentos médicos vitais via rodoviária para as comunidades rurais da Nigéria, que em tempos de emergência podem ser fatais.


A startup nigeriana Arone está construindo a maior infraestrutura de logística aérea da África para serviços de saúde. Usando drones inteligentes, eles podem fornecer entrega rápida, acessível e confiável de sangue e suprimentos médicos para as aldeias mais remotas em menos de 15 minutos. As estações Avport - a estação de troca rápida de carga / bateria para a Arone - são alimentadas exclusivamente com energia solar. Isso garante um dano ecológico reduzido e custos operacionais mais baratos.


Eles projetam e fabricam seus drones internamente para atender aos requisitos de entrega rápida e longa distância de encomendas. Essa solução promete um enorme aumento de eficiência - logística e ecologicamente - em comparação com entregas rodoviárias e a boa notícia é que é altamente escalável.



Sumá

DO SOLO À NUVEM E DA NUVEM À MESA



Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, 500 milhões de pequenas fazendas fornecem até 80% dos alimentos consumidos no mundo em desenvolvimento. No entanto, elas recebem uma parcela muito pequena do valor gerado por sua produção. Por outro lado, a maior parte é capturada por intermediários na cadeia de suprimentos entre eles e o consumidor final.


Nos últimos anos, houve uma crescente demanda dos consumidores por produtos frescos e éticos. Como tal, existe uma enorme oportunidade para o desenvolvimento de modelos de distribuição transparentes e justos, que podem colocar de volta os meios de subsistência dos agricultores no centro da equação. Cortar intermediários e permitir um acesso mais direto ao mercado para pequenos agricultores pode aumentar diretamente a segurança econômica das comunidades rurais, garantindo a produção de alimentos para os mercados local e global.


É exatamente isso que a Suma está fazendo. Ela conecta pequenos agricultores a clientes que compram em grandes quantidades. Isso lhes permite cortar vários intermediários e redistribuir esse valor ao consumidor e ao produtor. O consumidor recebe produtos extraordinariamente frescos com a história de cada agricultor familiar anexado, para que eles saibam exatamente de onde vem e quem os produz.


Sumá cuida de toda a logística da transação, do pedido à entrega. Eles também fornecem serviços adicionais com módulos de treinamento em logística. Isso permite que pequenos agricultores acessem mercados que nunca poderiam alcançar sozinhos. Mais de 2000 pequenos agricultores já se inscreveram na plataforma de Sumá, recebendo em média 37% mais renda do que antes.


Eu

OFERECENDO LIBERDADE E AUTONOMIA AOS IDOSOS




Cerca de 15% da população brasileira, algo entorno de 30 milhões de habitantes, tem mais de 60 anos. Parte dessa população tem uma mobilidade reduzida, o que pode levar ao isolamento social e à perda de independência, a medida que se tornam incapazes de realizar as tarefas que passaram a vida inteira fazendo, como dirigir.


Torna-se muito difícil usar o transporte público, já que a maioria das pessoas precisa ir e vir das paradas de ônibus ou trem. Isso tem muitas consequências negativas, como a falta de consultas médicas importantes na ausência de alguém capaz de levá-las até lá. Embora parentes, amigos e prestadores de cuidados façam tudo o que podem para ajudar, eles nem sempre podem compensar essa perda de mobilidade.


O Eu Vô é uma plataforma de transporte brasileira que conecta motoristas treinados a idosos com mobilidade reduzida. Eles oferecem serviço de transporte porta a porta com a opção de contratar um serviço de acompanhamento que também pode acompanhar cada cliente de uma maneira única e personalizada, desde as compras até a consulta médica.


O Eu Vô garante que todos os motoristas passem por uma verificação completa dos antecedentes e programa de treinamento criado por psicólogos para garantir a segurança e a confiança de todos os clientes. Este serviço beneficia os idosos - que podem recuperar a autonomia e a liberdade -, mas também seus familiares e prestadores de cuidados que delegam o transporte com tranquilidade.



NINA

COMBATE À VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA MOBILIDADE URBANA



O assédio em espaços públicos, especialmente o transporte, é um grande problema no Brasil que ameaça o direito das mulheres à mobilidade. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2016, a cada 4 segundos 1 assédio ocorre no transporte público, do qual as mulheres representam 65% das usuárias. Freqüentemente, mulheres de origens mais desfavorecidas não têm outra maneira de se locomover além do transporte público e a falta de segurança ameaça seu direito fundamental à mobilidade.

A NINA aceitou o desafio de resolver esse problema. Eles desenvolveram uma plataforma on-line para rastrear, padronizar e centralizar casos de assédio na mobilidade urbana. Essa API pode ser integrada aos diferentes aplicativos de seus clientes, que abrangem o público, das empresas de transporte ao planejamento de rotas e viagens, como Uber e Google Maps. Isso permite que os usuários de transporte público denunciem instantaneamente assédio que sofrem ou testemunham. Sempre que uma denúncia é emitida, a NINA a localiza e oferece apoio psicossocial às vítimas, bem como encaminhamento policial apropriado.


Eles notificam o operador de ônibus e disponibilizam vídeos diretamente na delegacia para facilitar a investigação dos casos. Os dados gerados, como geolocalização, horários, perfil das vítimas e rotas críticas, servem para elaborar melhores políticas públicas e iniciativas para combater o assédio sexual. Tanto através de seus serviços quanto de seus dados, a NINA está ajudando a criar um transporte seguro para todos.



Koiki

ENTREGA SUSTENTÁVEL DE ÚLTIMA MILHA POR SEU VIZINHO



A exclusão social continua a ser um grande problema para os grupos marginalizados da Europa que frequentemente lutam para se integrar profissionalmente. Por exemplo, de acordo com a comissão europeia, metade das pessoas com deficiência na União Europeia está desempregada. Além disso, 30% das pessoas com deficiência estão em risco de pobreza ou exclusão social na UE. Portanto, criar oportunidades para indivíduos excluídos ingressarem na força de trabalho, adquirir experiência e construir uma carreira parece ser uma prioridade.


Koiki é uma rede espanhola de entrega inclusiva e ecológica até o destino final da encomenda, como uma casa ou empresa, que decidiu combater a exclusão social de maneira ambientalmente amigável. De fato, a last mile deivery continua sendo uma das partes mais poluentes da cadeia de suprimentos. Os veículos de entrega contribuem para altas emissões de partículas finas nos centros urbanos e também para as emissões de CO2. Para lidar com essa dupla problemática, a Koiki emprega pessoas de populações vulneráveis ​​- como pessoas com deficiência - para entregar e buscar pacotes em seus bairros. Os funcionários - chamados koikis - trabalham em microcentros distribuídos em cada bairro, permitindo a entrega aos clientes por veículo elétrico, a pé ou de bicicleta.


Eles estimam que economizam 0,49 kg de emissões de CO2 para cada parcela entregue.

Além disso, o Koiki facilita a inserção dos membros das organizações sociais, treinando e fornecendo trabalho para eles como koikis. O startup muda a experiência do consumidor à medida que os Koikis entregam com um sorriso e o consumidor interage com um Centro Koiki via Whatsapp para coordenar a entrega.



Addressya

ENCONTRAR PESSOAS E LUGARES NUNCA FOI TÃO FÁCIL



Você sabia que 4 bilhões de pessoas em todo o mundo não têm um endereço preciso? Em algumas partes do mundo, suas instruções para os serviços de emergência em momentos cruciais podem parecer: “Atrás do posto de gasolina, pegue a rua que leva ao local onde a Igreja estava antes. Nossa casa fica à direita após a terceira árvore. As portas são cinza ”.


Essa infraestrutura inadequada de endereços em todo o mundo afeta muito a eficiência da entrega do tipo last mile deivery ( termo usado para o transporte de produtos do centro de distribuição até o destino final, como uma casa ou empresa). Os motoristas, faxineiros e pessoal de manutenção são os que mais sofrem com isso, pois costumam ser pagos por horas trabalhadas no local do cliente e pelo tempo gasto no planejamento de rotas ou na localização de um local, a seu custo. A falta de endereço formal pode até impedir as pessoas de exercer seus direitos civis ou acessar o emprego formal. Embora ter um endereço possa não parecer a mais premente das necessidades sociais, na verdade é uma pedra angular de muitas atividades cruciais para a participação na sociedade.


O Addressya oferece uma maneira simples para que todos registrem um endereço completo, preciso e fácil de usar, que possam compartilhar com controle total sobre seus próprios dados. Seu aplicativo cria um endereço que combina coordenadas de GPS, informações de endereço disponíveis e conteúdo gerado pelo usuário, como pontos de referência e fotos, facilitando a localização da casa. Tudo o que o usuário precisa é de um smartphone com um chip GPS e um plano de dados / acesso wifi. Para fornecer seu endereço, tudo o que eles precisam fornecer é o nome de usuário Addressya.


Portanto, empresas e instituições de todos os setores da sociedade podem acessar as informações da Addressya de seus usuários / clientes para encontrá-las de maneira rápida e eficiente, sem correr o risco de falhas de comunicação e se perder na última milha. Isso conecta aqueles que têm um endereço oficial com aqueles que não têm e melhora a comunicação entre cidades, locais suburbanos e áreas rurais.



XYT

LOGÍSTICA URBANA INOVADORA, RESPONSÁVEL E INTELIGENTE



Segundo a FEVAD (Fédération du e-commerce et de la vente à distance), o número de encomendas entregues cresce 15% ao ano. Até 2025, serão necessárias 23.500 entregas de caminhões de last mile deivery diariamente para atender 28 milhões de consumidores que vivem em áreas urbanas de alta densidade. As principais capitais da UE já anunciaram medidas para proibir ou limitar veículos movidos a petróleo em seus centros urbanos até 2025.


A XYT responde a essa mudança de paradigma com uma solução de entrega personalizada como serviço. O que a startup oferece é uma nova abordagem para mobilidade elétrica e logística urbana, baseada em alta modularidade, impacto ecológico e custo reduzido. Seus clientes podem alugar uma solução de entrega de sua frota de veículos elétricos que eles podem modular para evoluir junto com suas necessidades. Os veículos foram projetados para oferecer durabilidade, facilidade de reparo e reciclagem. Isso diminui não apenas o impacto ambiental, mas também permite reduzir os custos de operação e manutenção e oferecer uma solução lucrativa para seus clientes.


Ao contrário da maioria dos fabricantes de eletricidade que importam suas peças da China, este carro é montado local e facilmente por profissionais certificados. Também consiste em apenas 580 peças, em comparação com 6000 - 10.000 para um carro tradicional, o que torna mais barato e fácil de manter.


Sua solução reduz as emissões de carbono para enfrentar os novos regulamentos da cidade, mantendo e aumentando a lucratividade em um ambiente logístico de última milha altamente competitivo e com custos reduzidos.



JUNTE-SE A NÓS PARA DAR AS BOAS-VINDAS AO NOSSO TERCEIRO CICLO DE ACELERAÇÃO!


O Programa será executado nos próximos 8 meses, onde uma comunidade de fundadores, mentores e especialistas se reunirá em Munique, Lisboa, São Paulo e Joanesburgo para orientação prática de negócios, experiência de parceiros corporativos e ampla orientação para atender às necessidades dos empreendedores. Você está interessado em saber mais sobre as startups? Entre em contato conosco e siga nossa jornada no LinkedIn e no Facebook para ver para onde estão todas as equipes!

0 visualização
Agende um call ou reunião:

Whatsapp: +55.11.98265.8675

contato@yunusnegociossociais.com

Contato para imprensa:

Telefone: +55.11.98870.0140

Whatsapp: +55.11.94583.2134

elaine.coutrin@yunussb.com

Nos acompanhe pelas redes:
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
Endereço:

Rua Natingui, 442

Vila Madalena, São Paulo - SP 

© 2018 by Yunus Negócios Sociais